Um mês após o ocorrido, Polícia não tem suspeitos do caso de agressão a moradores de rua

21 de agosto de 2019 11:07 | Visualizações: 209
Polícia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Um mês após o ocorrido, Polícia não tem suspeitos do caso de agressão a moradores de rua Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias

Ainda no dia 20 de julho, Roseli da Silva e seu companheiro foram agredidos com golpes de facão por um homem, ainda não identificado, no centro do município, próximo a rodoviária. Roseli foi a mais agredida e ficou entre a vida e a morte. Após quase um mês internada recebeu alta e agora colabora com as investigações da Polícia Civil para que o seu agressor seja encontrado e punido.

Ela, a mais atingida, recebeu diversos golpes de facão na face. O relato da sua mãe, Eva, comoveu toda a comunidade, quando, em entrevista ao Lance Notícias, fez o seu pedido por justiça. Comentou que a filha sofre sim com o vício do álcool e por conta dele, optou por viver nas ruas, mas que nada justiça tamanha barbárie que a filha passou.

Nesta quarta-feira (21), um mês após o ocorrido, o Lance Notícias buscou contato com o delegado responsável pelas investigações, Vinícius Buratto Iunes, ele comentou que as investigações estão em andamento.

– Estamos realizando as oitivas. Ouvimos a vítima hoje (21) e o homem agredido também já foi ouvido. Por enquanto não temos suspeitos. Já pegamos todas as imagens de videomonitoramento daquela região do ocorrido, mas as imagens são ruins e não tem nos ajudado muito. As investigações seguem – comenta o delegado.

 

Leia também:

Familiar de mulher agredida com golpes de facão fala sobre o estado de saúde da vítima

 

Polícia Civil vai instaurar inquérito e investigar caso dos moradores de rua que foram agredidos

 

Casal de moradores de rua é agredido com golpes de facão, em Xanxerê


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais