Valor da carne suína melhora e anima produtores

3 de dezembro de 2018 16:25 | Agricultura Compartilhar no Whatsapp
Valor da carne suína melhora e anima produtores Foto: internet

No começo e meio deste ano os produtores rurais da área da suinocultura estavam cogitando, inclusive, deixar a produção de lado. Agora, ao que tudo indica, a produção está se reanimando e a produtividade melhorando.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os preços das três carnes mais consumidas no Brasil (bovina, suína e de frango) têm apresentado seguidas recuperações no correr deste segundo semestre.

Segundo a Cidasc, as elevações nos preços do suíno estão atreladas à menor oferta de animais para abate e à demanda mais aquecida por parte da indústria. Diante disso, a liquidez no mercado independente de suínos está elevada, mesmo com a entrada da segunda quinzena, quando, geralmente, o mercado tende a ficar mais lento.

Na parcial de novembro (até o dia 21), o suíno vivo negociado na região de Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba registra média de R$ 3,88 por quilo, alta de 1,57% frente à de outubro.

No Oeste Catarinense, a valorização foi mais expressiva, de 4,8%, com o animal registrando média de R$ 3,68 em novembro.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais