Vereador afirma que recurso federal para construção do Ginásio Sguissardi está ameaçado por descumprimento de prazo

6 de abril de 2016 09:47
Comunidade , Obras , Política Compartilhar no Whatsapp
Vereador afirma que recurso federal para construção do Ginásio Sguissardi está ameaçado por descumprimento de prazo Projeto do novo ginásio (Foto: Divulgação)

Após a passagem do tornado em Xanxerê, no dia 20 de abril de 2015, a presidente Dilma Rousseff esteve no município prestando solidariedade e liberando recursos para o município. Entre os recursos liberados estão R$ 3 milhões do Ministério da Integração para a construção do ginásio Ivo Sguissardi, totalmente destruído pelo fenômeno. No entanto, o vereador Sidinei Mesnerovicz (PT) alega que este recurso está bloqueado por descumprimento do prazo estipulado.

A administração tinha o prazo de seis meses para licitar a obra e apresentar toda a documentação necessária em Brasília para que o recurso fosse liberado e a obra iniciasse. A licitação aconteceu no fim do ano passado e a vencedora foi um consórcio de empresas.

“Tivemos a informação ainda na segunda-feira (4) por parte da assessoria de imprensa do Deputado Pedro Uczai, de que os R$ 3milhões estão bloqueados já que o prazo era de seis meses para a entrega da documentação. Passados esses meses, o Ministério da Integração deu mais 60 dias onde a prefeitura também não se manifestou, deixando o processo ser arquivado”, diz o vereador Sidinei.

O vereador disponibilizou o ofício que relata o atraso da documentação, confira uma parte da nota:

“O atraso no envio da documentação descaracteriza a emergencialidade da obra, desconfigurando a ação de Proteção e Defesa Civil. Nesse contexto a ausência de manifestação no prazo de 60 dias, a contar pela data do recebimento do ofício, ensejará no arquivamento do processo”.

 

Prefeitura se manifesta

O prefeito Ademir Gasparini nega que o processo tenha sido arquivado e afirma que toda a documentação já foi enviada para o Ministério da Integração e que se aguarda a liberação do recurso.

“Realmente nós nos atrasamos por que a empresa vencedora da licitação na verdade é um consórcio de empresas e o atraso se deu na elaboração da documentação destas empresas que fazem parte do consórcio, mas agora toda a documentação já foi enviada e aguardamos um posicionamento do Ministério e a liberação do recurso para que possamos dar a ordem de serviço para a empresa vencedora. Nos atrasamos em relação ao ginásio por que tínhamos outras prioridades que eram as famílias atingidas”, alega o prefeito de Xanxerê, Ademir Gasparini.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais