Vereador de Abelardo Luz preso preventivamente não receberá salário e suplente pode assumir

21 de abril de 2019 14:19 | Visualizações: 1753
Polícia , Política , região Compartilhar no Whatsapp
Vereador de Abelardo Luz preso preventivamente não receberá salário e suplente pode assumir (Foto: Reprodução)

Lucas Sernajoto, policial civil e vereador na cidade de Abelardo Luz foi preso preventivamente na madrugada da sexta-feira (19), após uma determinação da justiça do município.

Segundo informações, Lucas Sernajoto, na quarta-feira (17), no uso de sua função de policial civil, liberou um homem que havia sido preso em flagrante pela Polícia Militar, após agredir e ameaçar de morte sua companheira.

Após liberar o homem, Lucas e ele teriam percorrido bares da cidade, ingerido bebida alcoólica e, depois, os dois foram até a residência da mulher vítima da violência e dispararam diversos tiros contra a casa.

Relembre:

Policial civil e vereador de Abelardo Luz é preso

Diante dos fatos, a Câmara de Vereadores de Abelardo Luz emitiu uma nota, onde afirma que Lucas não irá receber salário referente aos dias que ficar afastado e há a possibilidade de seu suplente assumir a cadeira na Casa Legislativa.

Confira a nota na íntegra:

“NOTA OFICIAL

A Câmara de Vereadores de Abelardo Luz – SC vem a público esclarecer, considerando as notícias divulgadas pela imprensa local e regional sobre a prisão preventiva do vereador Lucas Sernajoto, tendo em vista o estabelecido na Lei Orgânica e Regimento Interno, que diante do impedimento do vereador exercer o mandato, ficará suspenso o pagamento de seus subsídios.

Informa ainda que a convocação de suplente, segundo previsto no § 1º do Art. 24 da Lei Orgânica Municipal ocorrerá acaso transcorrido prazo superior a 15 dias de afastamento, até eventual retorno do titular.

Por fim o Legislativo de Abelardo Luz aguarda a apuração dos fatos pelos órgãos competentes, para, se for o caso, adotar os procedimentos necessários”.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais