Vereadora de Xanxerê comenta os desafios de ser mulher na política

9 de junho de 2016 12:11
Comunidade , Política Compartilhar no Whatsapp
Vereadora de Xanxerê comenta os desafios de ser mulher na política

Sabe-se que hoje cerca de 52% da população é composta por mulheres, no Brasil, mas apenas 10% delas se dispõem a participar da política. Apesar de todas as dificuldades que as mulheres já enfrentaram para poder votar, e desde então poder participar desde meio, hoje o país disponibiliza apenas 30% de espaço para que as mulheres consigam se filiar a algum partido.

Em Xanxerê, Ivone Maria Sirino, é uma das poucas que se dispõem a vivenciar a política. Hoje ela é vereadora em exercício da cidade, e relata sua opinião sobre o tema. “Meu parecer é muito grande, o que eu me preocupo é que a mulher não está politizada e isso não acontece de um dia para o outro, o nosso machismo é maior que os dos os homens, nossa cultura é machista, essa oportunidade não chegou na mulher ainda, mesmo sendo aberto 30 % para a mulher eu acho pouco é necessário 50 % ou mais. ”

Ela comenta ainda que as mulheres não demostram interesse para participar da política pois a opinião masculina prevalece na população. “Os próprios homens são contrários, nossa população é contrária, nossa educação é machista, nada contra, se hoje eu sou vereadora é porque os homens da minha vida me incentivaram e me ajudaram a abrir as portas, hoje as mulheres não têm essa oportunidade, é necessário que haja mais mulher na política”.

Ivone comenta que as mulheres precisam quebrar muitas barreiras que ainda existem, e é necessário que haja uma união para que muitas queiram se envolver na política e expor suas opiniões. “Eu penso que precisamos abrir um canal para as mulheres, nós temos que chutar muita coisa, lutar pelos nossos direitos, ensinar nossos filhos a respeitar as mulheres, dar mais respeito para as mulheres, precisamos evoluir, ser todos iguais”.

Ela finaliza comentando que a mulher precisa saber seu valor. “A mulher precisa buscar seus valores, precisamos se dar o valor, é preciso mostrar que o mundo é grande e a sabedoria é para todos. A mulher precisa entrar na política para mudar isso”.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais