Vídeo: atleta xanxerense irá representar o estado pela segunda vez em competição nacional

8 de fevereiro de 2019 11:04
Comunidade , Esporte em destaque , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Vídeo: atleta xanxerense irá representar o estado pela segunda vez em competição nacional (Fotos: Arquivo Pessoal)

Rhilari da Silva, de 17 anos, se dedica ao vôlei desde os sete anos de idade, sendo que começou os treinos na escolinha de vôlei Naja Marical, de Xanxerê. E, neste ano de 2019, ela recebeu sua segunda convocação para atuar na seleção catarinense de vôlei, categoria sub 18, durante o Campeonato Brasileiro de Seleções, que acontece de 19 a 24 de fevereiro em Saquarema, no Rio de Janeiro.

A primeira convocação de Rhilari foi em 2017, para atuar no sub 15 de seleção catarinense nessa mesma competição. Neste ano, a seleção conseguiu a quarta colocação na competição. Ela iniciou sua carreira em Xanxerê, mas já treina há mais de um ano em Jaraguá do Sul, representando a cidade em competições.

– Vou me dedicar ao máximo dessa vez para trazer uma medalha para Santa Catarina. Por eu ter uma experiência, acredito que isso vai me ajudar, porque o nervosismo também está menor, por conhecer a competição. Treino de segunda a sexta e quando tem campeonato treino no fim de semana também – comenta a atleta.

Representando Jaraguá, Rhilari disputou a Olesc, Jesc e o campeonato estadual, além de um campeonato no Rio Grande do Norte. Agora, no dia 15 deste mês a atleta viaja para a capital do estado para treinos lá com toda a equipe e depois viajam para o Rio de Janeiro.

Para Daymon e Valdir Marical, professores da escolinha Naja que acompanharam a Rhilari desde o início da carreira contam que é uma alegria para eles ver que ela se destaca hoje no esporte.

– Ficamos muito felizes por ela, lembro dela novinha, quando ia buscar ela para treinar. Ela sempre foi bem moleca, mas sempre soube o que queria e sempre foi determinada e essa convocação é o reconhecimento disso. A mãe dela sempre ajudou também e isso é um diferencial dela – comenta Daymon.

Valdir Marical, o Negão, já atua há mais de 30 anos no vôlei e conta que é sempre uma conquista quando uma atleta como a Rhilari é descoberta.

– Hoje, ela e a Jana são duas atletas que saíram da escolinha e levam o nome de Xanxerê. Eu sempre fiz esse trabalho, de buscar as atletas, nós percebemos isso nas meninas e ficamos muito felizes quando elas se destacam a nível estadual e nacional – conclui.

 

Confira:

 


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais