VÍDEO: Valdir Colatto fala sobre novo cargo que irá ocupar no Ministério da Agricultura

21 de janeiro de 2019 15:22
Comunidade , Política , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
VÍDEO: Valdir Colatto fala sobre novo cargo que irá ocupar no Ministério da Agricultura Foto: divulgação

O deputado federal Valdir Colatto, do MDB de Santa Catarina, e xanxerense, é o novo Diretor Geral do Serviço Florestal do Ministério da Agricultura. Nesta segunda-feira (21), esteve em Xanxerê realizando a entrega de emendas parlamentares e conversou com a reportagem do Lance Notícias sobre o novo desafio.

Valdir comenta que está à frente do projeto há anos e agora veio o convite para participar da efetivação do Código Brasileiro Florestal.

– Nós temos uma entidade, de 2006, que é o Serviço Florestal Brasileiro e como a gente já vem desenvolvendo esse processo como agrônomo do Código Brasileiro Florestal, fomos convidados pelo Governo Bolsonaro para implantar esse projeto que está lá há sete anos e não foi implantado, agora será a parte prática – comenta.

Colatto salienta ainda que mudanças devem ocorrer no setor.

– Vamos tentar organizar esse setor da agricultura, da cidade, a comunidade tem que saber que agricultura é que mantém. O Brasil tem 66% de florestas em pé e outros países que tem zero, quatro por cento. Então, temos que levar para a sociedade essa questão e a sua população decidir o que vai acontecer. Nós só plantamos 9% do Brasil e isso será uma decisão do país, o que será feito. Nós vamos tentar organizar isso – enfatiza o deputado.

Colatto concorreu à reeleição, mas não teve sucesso. Ficou como suplente na Câmara Federal do MDB. Está no segundo mandato. Atua na Câmara desde 2007. Ele é ativo membro da Frente Parlamentar Agropecuária. O ato de nomeação já foi publicado.

Criado em 2006, o Serviço Florestal Brasileiro era vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. No dia 1° de janeiro, o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória (MP) para reestruturar o governo, o serviço passou a ser vinculado à pasta da Agricultura. De acordo com o site do órgão, cabe ao SFB “promover o conhecimento, o uso sustentável e a ampliação da cobertura florestal, tornando a agenda florestal estratégica para a economia do país”.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais