Xanxerê comemora aniversário com bolo de mais de 300 quilos e apresentações regionais

27 de fevereiro de 2018 17:29
Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Xanxerê comemora aniversário com bolo de mais de 300 quilos e apresentações regionais Fotos: Alessandra Oliveira/Lance Notícias

 

No dia em que Xanxerê comemora 64 anos de emancipação, a administração preparou diversas atividades alusivas à data. Mesmo com a presença da chuva, os xanxereenses compareceram na Praça Tiradentes e participaram das atividades, principalmente, do corte do bolo, já tradicional na comemoração.

O prefeito Avelino Menegolla destacou que o que marca o município é o seu povo, que diariamente trabalha e contribui para o desenvolvimento do município.

“Quem constrói a cidade são as pessoas, que tanto trabalham. Nós queremos agradecer a todos, os ex-prefeitos, vereadores, todo o povo que trabalha. Queremos deixar a todos um grande abraço e agradecer também aqueles que estão trabalhando, a secretaria de esporte, de cultura que trabalharam muito nesses últimos dias, muito obrigada”, diz.

Foram distribuídos para a população mais de 300 quilos de bolo, que foram produzidos em parceria com as padarias do município. A decoração dos bolos buscou resgatar a cultura do município e destacar a ExpoFemi, que acontece neste ano. Durante a noite artistas regionais se apresentam no centro da cidade.

Sobre o município

Em 31 de dezembro de 1917, por ato do governo catarinense o município de Chapecó ficou dividido em cinco (5) distritos, entre os quais, Xanxerê. Pela Resolução nº 05/1917 do Superintendente de Chapecó, Manoel dos Santos Marinho, foi nomeado José Júlio Farrapo para Intendente do Distrito de Xanxerê.Em 5 (cinco) de novembro de 1919, pela Lei nº 1.260, o governo Hercílio Luz, determinou que a sede do município de Chapecó fosse transferida para Xanxerê.

Em cinco de dezembro de 1923 a sede municipal passou para Passo Bormann. Em virtude de tal mudança Xanxerê passou a chamar-se Rui Barbosa, pertencente à Comarca de Chapecó, até fins de dezembro de 1929.Com a revolução de 03 de outubro de 1930, foi investido na função de governador do Estado o General Ptolomeu de Assis Brasil e, pelo mesmo, foi designado para Prefeito de Chapecó o cidadão Nicácio Portela Diniz, o qual determinou a restauração da sede do município em Passo Bormann (antiga Campina do Gregório, de propriedade de José Raimundo Fortes) e a sede de comarca continuando ser em Xanxerê.

Os habitantes de Xanxerê iniciaram um longo processo de emancipação. A vila cresce, principalmente pelo extrativismo das madeireiras, com pinheiros, araucária, existentes em Xanxerê e região.Em 30.12.1953, pela Lei 133, foi criado o município de Xanxerê, desmembrado de Chapecó. Sua instalação oficial deu-se em 27 de fevereiro de 1954, quando um grupo de pessoas compareceu ao Ato, na hoje Rua Victor Konder, em uma simples casa de madeira, assumindo o cargo de Prefeito provisório o professor Teodósio Maurício Wanderley, Inspetor Geral de Ensino do Estado, por designação do então governador Irineu Bornhausen. Em 15 de novembro de 1956 foi instalada a Câmara Municipal de Vereadores e em 05 de junho de 1956 foi instalada a Comarca de Xanxerê.

Município e Comarca de Xanxerê.Xanxerê significa na língua indígena Kaigang “campina das cobras” ou “campina da cascavel” – na área a existência de muitas espécies de cobras com predominância da cobra cascavel.

Os índios Kaingang e Guaranis foram os primeiros habitantes do Oeste Catarinense, isto aproximadamente no ano de 1800. Depois vieram os portugueses, sírios, turcos, alemães, libaneses, poloneses, italianos e outros.

Fonte: Jornal Encarte “Xanxerê – 40 anos”, 1993.

 

 

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais