vitta cardio menu

Xanxerê registra primeiro caso de dengue não autóctone de 2020

Patrícia Silva | Xanxerê | 18/02/2020 16:57
Xanxerê registra primeiro caso de dengue não autóctone de 2020 1
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 8686

O município de Xanxerê registrou nesta terça-feira (18) o primeiro caso de dengue não autóctone de 2020. O paciente, um homem de 33 anos, que reside na cidade de Maringá, no Paraná, está em Xanxerê a trabalho.

Conforme a enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Xanxerê, Francis Mara Zago Pegoraro, ele teve os primeiros sintomas ainda na cidade paranaense, mas acabou vindo a Xanxerê no dia 10 de fevereiro e, não se sentindo bem e com sintomas da doença, foi atendido na emergência do Hospital São Paulo, aonde foram realizados os exames.

O resultado foi confirmado na manhã desta terça-feira e, de acordo com Francis Mara, todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas, seguindo o protocolo de instruções ao paciente para evitar possível transmissão.

A Vigilância em Saúde alerta a população que a melhor forma de prevenção é manter seus terrenos limpos, livres de entulhos que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito, evitando a circulação do Aedes Aegypti e consequentemente evitando a doença.

– É importante ressaltar que o verão é a época do ano mais propícia para a circulação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, o Aedes aegypti, e também aonde há muita circulação e deslocamentos para áreas de lazer, por isso é importante o uso de repelentes e sempre que apresentar algum sintoma – febre associada à dor de cabeça, fraqueza, dores no corpo, nas articulações e fundo dos olhos, procurar a unidade de saúde de sua referência o mais breve possível – destaca a enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Xanxerê, Francis Mara Zago Pegoraro.

Deixe seu comentário