Xanxerense desiste de cirurgia bariátrica e emagrece 40 kg com alimentação saudável

4 de janeiro de 2019 10:38
Comunidade , Saúde , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Xanxerense desiste de cirurgia bariátrica e emagrece 40 kg com alimentação saudável Foto: Arquivo Pessoal

O sobrepeso é um mal que afeta milhares de brasileiros ao longo da vida, segundo o Ministério da Saúde. Alimentação saudável e exercícios devem fazer parte da rotina das pessoas que desejam uma vida mais sadia.

A xanxerense de 28 anos, Lílian Barreta, chegou a pesar mais de 100 quilos e para emagrecer tentou diversas dietas da moda, até pensou em realizar uma cirurgia bariátrica. Hoje, Lílian emagreceu 40 quilos de forma saudável, e busca inspiração em si própria para superar os obstáculos da vida.

– Aos 16 anos comecei a trabalhar, então tive que deixar de lado as atividades físicas devido à falta de tempo, assim comecei a ganhar peso. Com uma gestação aos 18 anos acabei ganhando peso e ficando em torno dos 90kg, mas isso não chegava a ser um incomodo. Aos 20 anos iniciei a faculdade e então a má alimentação, o pouco tempo que sobrava, estresse entre outros fatores acabei chegando aos temidos três dígitos na balança, na minha formatura em março de 2015 estava com 106 kg, o que no ano subsequente só piorou chegando ao peso máximo de 121,2 kg, um peso que eu jamais imaginei chegar – pontua Lílian.

Aliado a má alimentação, surgiu a obesidade que trouxe diversas consequências para a vida de Lílian, tanto físicas como psicológicas.

– Me sentia feia, cansada, desanimada e fiz várias tentativas frustradas de perder peso durante um ano, fazendo todo tipo de dieta (dietas da moda), utilizei medicamentos e consegui perder 10 kg, no entanto nos dois meses ganhei novamente todo o peso que havia eliminado, pois não conseguia manter a rotina alimentar – frisa.

Depois de várias tentativas frustradas de tentar emagrecer, Lílian resolveu realizar uma cirurgia bariátrica, e deu entrada no processo na secretaria de saúde do município, em julho de 2017, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

– Enquanto aguardava na fila de espera, ouvir falar de um novo medicamento. Assim resolvi procurar uma endocrinologista para me explicar e auxiliar no processo de emagrecimento, como falei para meus familiares essa seria a minha última tentativa, se não obtivesse resultado iria fazer a cirurgia bariátrica mesmo todos eles sendo totalmente contra – explica.

Após três consultas para investigação da causa da obesidade, a qual Lílian descobri que era devido aos maus hábitos alimentares e falta de exercício. A jovem foi diagnosticada com hipertensão, em seguida procurou uma nutricionista e um cardiologista em busca de orientação sobre seu quadro.

– Segui com os mesmos péssimos hábitos até que um dia estava em casa e passei mal, fui para o hospital aonde minha pressão arterial chegou a 220/180, foi nesse dia a gota da água para que mudasse meu estilo de vida por completo. Afinal estava prestes a enfartar aos 27 anos. Chegou ao ponto que eu mudava meus hábitos ou iria morrer devido a vida desregrada que levava – ressalta.

Em novembro de 2017 Lílian procurou auxílio de uma profissional de nutrição e no primeiro mês emagreceu 6,5 kg.

– Isso para alguém que luta contra balança é um marco histórico, somente com a mudança dos hábitos alimentares, sem utilização de nenhum artificio (medicamentos). Então para melhorar meu desempenho, em dezembro de 2017, procurei uma academia para iniciar a prática de exercícios – frisa.

Em fevereiro de 2018 Lílian recebeu a notícia que sua cirurgia bariátrica poderia ser realizada.

– Entraram em contato comigo que eu havia sido aprovada para realização da cirurgia bariátrica, porém eu desisti pois vi que era possível de outra forma conquistar meus objetivos, sem me submeter a procedimento cirúrgico extremamente invasivo, no qual você carrega para o resto da vida algumas consequências dessa escolha. Quero deixar claro que não sou contra o procedimento cirúrgico e que cada pessoa e médico que acompanha sabe o que é melhor para si, porém eu sabia que bem no fundo eu nunca quis isso para mim – ressalta.

Hoje faz exatamente um ano e dois meses que Lílian mudou seus hábitos alimentares, emagrecendo 40 quilos.

– Após 40 kg eliminados sem realizar cirurgia bariátrica e sem utilizar remédios, minha pressão normalizou sem uso de remédios, mantenho uma ritmo de treino na academia de seis vezes na semana, variando as atividade entre musculação e aeróbico, voltei a jogar vôlei que sempre foi o esporte que amei que devido ao sobrepeso não podia mais praticar, mantenho mensalmente o acompanhamento com a nutricionista, a qual considero essencial pois ela que faz me manter regrada, puxando a orelha e colocando metas para que eu chego no meu objetivo. Não foram dias fáceis e continuam não sendo, porém todos os dias estou mais próxima do meu objetivo e isso me motiva a continuar – frisa.

A xanxerense utiliza as redes sociais como facebook e instagram para postar um pouco da rotina de treinos e alimentação, fotos comparativas de antes e depois para motivar outras pessoas.

– Hoje sou a minha maior motivação e se eu consegui todos que realmente querem conseguem alcançar o objetivo, a mente tem o poder de atrair o que realmente desejamos, comece mudando seu pensamento que a mudança do corpo vem como consequência – finaliza.


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais