Xanxerense pede apoio da comunidade para manter tratamento de doença sem cura

29 de abril de 2019 08:37 | Visualizações: 4177
Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Xanxerense pede apoio da comunidade para manter tratamento de doença sem cura Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias

A xanxerense Leonyce Pereira, de 22 anos, foi diagnostica com retocolite em atividade moderada a intensa. Ela é casada e mãe da pequena Luiza, de dez meses. Com o diagnóstico, também veio o tratamento, que custa, em média, R$ 5 mil por mês.

Ela vem tentando o tratamento pelo Estado, mas não conseguiu até o momento. Com isso tem feito promoções como rifa, mas o valor é alto. Para auxiliar, ela criou uma vaquinha on-line. Até o último mês ela tinha um valor de uma rifa para manter o tratamento, mas o valor acabou.

Nesta semana Leonyce foi chamada para realizar um novo exame em Florianópolis, o exame é pelo SUS, mas a sua estadia não.

– Eu não sei o que vou fazer. Tinha uma casa que abrigava pacientes lá, mas ela não está mais funcionando. Eu não consegui o tratamento na justiça e não consigo o auxílio doença. Só o meu marido trabalha, nós pagamos aluguel e temos a nossa bebê pequena, não sei mais o que fazer – comenta.

Para auxiliar, Leonyce criou uma vaquinha on-line. Para ajudar clique AQUI.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais