Xanxerenses participam de ato que reivindica contratação de professores de educação especial

23 de novembro de 2018 09:15 | Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Xanxerenses participam de ato que reivindica contratação de professores de educação especial Foto: SInte

Cerca de 40 professores da regional de Xanxerê estiveram presentes no ato, promovido pelo Sinte (SC), na capital do estado, nessa quinta-feira (22).

Profissionais de educação de todo o estado participaram da manifestação para reivindicar a contratação de professores especialistas em educação especial que vão atuar nas escolas de ensino regular, nas Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) e outras entidades que acolhem deficientes no ano letivo de 2019.

O que diz a Secretaria de Educação

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação esclarece que as escolas da rede pública estadual não vão ficar sem o segundo professor, aquele que auxilia os alunos com deficiência. De acordo com a secretaria, está sendo feita uma reestruturação na rede de ensino estadual e, com essa mudança, os professores efetivos terão prioridade para ocuparem as vagas de segundo professor.

Ou seja, os 1.230 professores efetivos do 1º ao 5º anos, com 20 horas semanais, terão a oportunidade de completar a carga horária como segundo professor. Os profissionais que atualmente atuam em mais de uma escola para completar a carga horária mínima, poderão, por meio da reestruturação planejada, optar pelas vagas de segundo professor na sua unidade de ensino. A ideia da Educação é que como o professor já conhece o projeto pedagógico da unidade, isso vai contribuir para melhorar a qualidade no processo ensino-aprendizagem.

A preocupação do sindicato é com relação a qualificação destes profissionais. Com relação a isso, a secretaria garante que os docentes terão formação continuada na área da educação especial para garantir a qualidade do atendimento aos alunos com necessidades especiais.

Além disso, mil profissionais aprovados em concurso público serão convocados, ainda em dezembro, para serem professores efetivos.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais