Xanxerenses protestam novamente na Câmara sobre o aumento da taxa de coleta de lixo

5 de fevereiro de 2018 19:59
Comunidade , Lance Notícias , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Xanxerenses protestam novamente na Câmara sobre o aumento da taxa de coleta de lixo Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias

O aumento da taxa de coleta de lixo e do IPTU foi tema de debate na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira (05). Na oportunidade, a xanxerense Loreni Rigatti usou a tribuna para falar sobre o assunto.

“Ainda em 2017, deu entrada nessa casa, um projeto de lei que altera a lei do código tributário do município de Xanxerê e o mesmo foi aprovado pela maioria dos vereadores. Apesar de terem sido orientados e alertados, eu lembro, alguns vereadores usaram a tribuna e falaram que isso não ia dar certo, que o bolso do contribuinte não ia suportar tudo isso, mas mesmo assim foi aprovado”, destacou Loreni.

A xanxerense ainda comentou sobre uma reunião que teve como o vice-prefeito Ivan Marques, nos últimos dias. “Na nossa conversa com o vice-prefeito protocolamos um documento a qual pedimos que fosse revogado o ato de aumento da taxa de lixo. Só que como o Avelino estava retornando de férias e, dia 2 ele não sabia da pauta, então ficamos de retornar essa semana. Não tendo esse retorno vamos partir para as próximas ações. Na reunião, eles falaram que estão fazendo correto, conforme as leis e, quem aprovou essa lei, foram os vereadores, que são nossos representantes”.

Durante a utilização da tribuna, a xanxerense manifestou repúdio em relação ao aumento da taxa de lixo e do IPTU. “Nós não estamos sabendo votar e escolher as pessoas em condições para governar o nosso município. Não houve um estudo, uma análise sobre o caso. Nós, não somos culpados pela situação que acontece há vários anos, nós pagamos o que é nosso todos os anos. O aumento não condiz com a capacidade da população, as pessoas não têm para pagar. A vida não é feita só de coleta de lixo. Eu quero em nome da comunidade manifestar o repúdio uma atitude insensata aos que votaram a favor da lei”, conclui.

Adriano de Martini, presidente da Câmara de Vereadores, se pronunciou sobre o assunto. “A casa precisa ouvir as opiniões da comunidade, se temos opiniões distintas precisamos respeitar. Esse processo que está colocado aqui, foi debatido em audiência pública nessa casa, na oportunidade não tivemos expressão de comunicação, mas vários xanxerenses se manifestaram. Sabemos da mobilização e queremos respeitar e valorizar essa construção que está sendo feita. Sabemos da representação junto ao Ministério Público e vamos aguardar para saber se houve algum abuso ou algum excesso”, disse.

 

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais