Xaxim e outros municípios do Oeste são alvos de Operação do Gaeco

1 de abril de 2016 15:09
Sem categoria Compartilhar no Whatsapp
Xaxim e outros municípios do Oeste são alvos de Operação do Gaeco (A ação faz parte da Operação “Patrola fase 2” que está sendo realizada em toda a região Oeste (Foto: Tatiane Defiltro/LN)

O Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) esteve na prefeitura de Xaxim na manhã desta quinta-feira (31), onde cumpriu mandados de busca e apreensão. A ação faz parte da Operação “Patrola fase 2” que está sendo realizada em toda a região Oeste de Santa Catarina.

O Promotor de Justiça da Comarca de Chapecó e responsável pela condução da operação, Fabiano Baldisarelli disse que ao todo foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão em residências, empresas e prefeituras.  “O fato de termos feito a busca e apreensão não quer dizer necessariamente que estamos concluindo que alguém da prefeitura de Xaxim está envolvido, mas realizamos esse trabalho porque é na prefeitura que estão guardados os documentos que a gente precisa para as investigações. Temos notícias com prefeituras que realmente tem problemas com fraudes e organizações criminosas, mas ainda não podemos afirmar nada a respeito de Xaxim, tudo ainda depende de melhor esclarecimento, ” explica Baldisarelli, a reportagem do Click Xaxim.

 

A operação 

A atual operação é uma continuação da Operação PATROLA, desencadeada em fevereiro de 2016 nos municípios de Tangará, Chapecó e Joaçaba. Na primeira fase, foram cumpridos seis mandados de prisão temporária, 11 de busca e apreensão e três de condução coercitiva.

A segunda fase da operação investiga supostos crimes de organização criminosa, fraudes em licitações e crimes contra a administração pública, especialmente relacionados com atos de corrupção ativa e passiva, em que há a participação direta de servidores públicos ligados a diversas Prefeituras do Estado de Santa Catarina, os quais agiam em conluio com empresários da região oeste do Estado catarinense.

Como desdobramento da primeira fase da operação, O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) também obteve medida liminar para determinar o afastamento do cargo do Prefeito de Tangará, Euclides Cruz, do Procurador do Município, Vagner Felipe Stihel, e da servidora pública Elisângela Stihel.

O GAECO é uma força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina, Polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Secretaria Estadual da Fazenda.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais