Pittol
Pittol

Aluna de enfermagem desenvolve folder para mães que acompanham bebês internados na UTI Neonatal

Jéssica K Turelli | Saúde | 07/06/2022 11:52
Aluna de enfermagem desenvolve folder para mães que acompanham bebês internados na UTI Neonatal
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 16103

Atendimento humanizado. Esse foi o tema de um trabalho realizado pela estudante Michele Zandoná – acadêmica do último ano do curso de enfermagem da Unoesc Xanxerê, e aplicado na UTI Neonatal do Hospital Regional São Paulo (HRSP). A acadêmica desenvolveu um material informativo denominado – “Carta para as mamães da UTI Neonatal.” O material, destacou orientações sobre as rotinas de funcionamento do setor e que devem ser seguidas durante o período de internação dos bebês.

Michele explica que o material foi desenvolvido com o auxílio do Enfermeiro Jonathan Rigatti, responsável pela UTI Neonatal e a professora do curso de enfermagem Vanessa Barrionuevo – que também atua como Enfermeira no HRSP.

— Eu decidi confeccionar o material, a partir de uma conversa com o Enfermeiro Jonathan, da UTI Neonatal. Ele nos contou sobre a necessidade de repassar informações eficazes para as mamães, tendo em vista que é um momento delicado para a abordagem, já que ninguém espera ver o filho na UTI Neonatal. A equipe notava que as vezes, elas ficavam com dúvidas e até com vergonha de perguntar, sendo que muitas vezes, quem repassava as informações, eram as demais mães na mesma situação— explica a situação.

A professora e enfermeira Vanessa Barrionuevo, esclarece que intervenção com as mães foi possível através do desenvolvimento do material, entregue em cópia física e também em arquivo digital. A ideia é que o hospital possa dar continuidade para a ação.

— A intenção é contribuir com as mães que passam pela UTI Neonatal e também com os profissionais do setor, promovendo uma atenção humanizada, para o esclarecimento de dúvidas, acolher, confortar e orientar essas mães, pais, avós e demais familiares que aguardam seus bebês receberem alta deste setor—.

— Eu espero ter transmitido esse afago, pois é um momento de fragilidade da mãe e de toda a família né. Espero que com a minha intervenção elas sintam-se acolhidas e ao mesmo tempo bem informadas sobre esse tempo de internação— finaliza da estudante Michele.

Aluna de enfermagem desenvolve folder para mães que acompanham bebês internados na UTI Neonatal
Aluna de enfermagem desenvolve folder para mães que acompanham bebês internados na UTI Neonatal

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias