Pittol
Pittol

“Medicina é sobre isso, é sobre servir a alguém”, diz médico que atua em UBS de Xanxerê

Vitor Queiroz | Saúde , Variedades | 16/05/2022 11:30
“Medicina é sobre isso, é sobre servir a alguém”, diz médico que atua em UBS de Xanxerê
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 26676

Alex Brito, natural de Bauru-SP, graduado em Medicina pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Chapecó. Atualmente, no 1º ano da Residência em Medicina de Família e Comunidade (MFC), pela Secretária de Saúde do Estado de Santa Catarina, está atuando na Unidade Básica de Saúde (UBS) Jacob Sirena, no bairro Tacca, em Xanxerê-SC, sendo preceptorado pela Dra. Vanessa Lang Isotton.

 

O mesmo comenta que sempre gostou muito de utilizar redes sociais, sobretudo o Instagram, que ao compartilhar um pouquinho do dia a dia de seus atendimentos, da rotina e, principalmente os procedimentos realizados. Com a ideia de desconstruir a imagem que algumas pessoas têm, sobre achar que médicos de postinho são menos qualificados.

 

Desde quando passou no vestibular para medicina, Alex diz que ouvia de pessoas próximas o seguinte conselho: “mas não vai fazer 6 anos de faculdade para virar ‘médico de postinho’, né?”. À época, a pergunta não lhe causou nenhuma inquietação, mas ao longo do curso e com as experiências que foi tendo no meio médico, percebeu como há realmente esta percepção de que o médico do posto de saúde é aquele menos preparado, é aquele que está ali enquanto não encontra uma melhor posição, é aquele que se acomodou.

 

— É obvio que meu alcance é irrisório para mudar esta realidade, mas de alguma forma tem que começar — afirma.

 

Quando decidiu fazer a especialização em Medicina de Família e Comunidade, uma residência ampla, mas com foco na Atenção Primária à Saúde – área de atuação dos médicos de Unidade de Saúde.

 

— Tive que revisitar os comentários sobre como esta não deveria ter sido minha escolha. Porém, depois de seis anos de aulas, estágios e alguns meses atuando como médico da Atenção Básica, já tinha conhecimento para explicar a importante função que o médico de postinho – seja especialista em MFC ou não – exerce — fala.

 

Desta maneira, ele conta que um bom médico e uma boa equipe na Atenção Básica deve resolver 95% dos problemas da população assistida por aquela unidade de saúde. Portanto, tem um papel primordial no acompanhamento daquela comunidade.

 

— Por estes motivos que venho postando conteúdos que julgo interessante na valorização da minha especialidade. Tenho como exemplos perfis de médicos que já são gigantes nas áreas de atuação deles, como o Paulo Muzy (@paulomuzy); Italo Marsili (@italomarsili); Helena Villas Boas (@medicadealmas), além da nossa Coordenadora Médica aqui de Xanxerê, a Dra. Ana Luiza Carvalho, que é MFC e mantém a página da Residência (@rmfc.xanxere) informando sobre tudo que fazemos — explica.

 

Questionado sobre para onde vai quando concluir a especialização, Alex afirma que ficara na região pois se identificou com o local e foi muito bem recebido.

 

— Após terminar minha especialização, em 2024, a minha ideia é atuar atendendo a população aqui na região mesmo, onde venho sendo muito bem recebido, seja no serviço público ou no privado, mas desempenhando o principal papel que todo profissional da área deve seguir, que é: Servir às pessoas —ressalta.

 

Por fim, Dr. Brito expõe que seu sonho utópico é conseguir trabalhar como os médicos de antigamente, aqueles que iam às casas das famílias com aquelas maletinhas, ouviam, acolhiam e cuidavam dos seus pacientes.

 

—Medicina é sobre isso, é sobre servir a alguém. Penso que num mundo moderno e cheio de tecnologias, talvez isso seja uma forma de se reaproximar de um atendimento mais humano. Por mais irônico que seja estar dizendo isso através de uma rede social [risos] — finaliza.

 

Acompanhe em seu Instagram : @alex.britto

“Medicina é sobre isso, é sobre servir a alguém”, diz médico que atua em UBS de Xanxerê

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias