vitta cardio menu

Paixão por contar histórias: conheça Eduardo Cristófoli, jornalista que iniciou carreira em Xanxerê

Raquel Sarmento | Variedades | 22/05/2020 14:18
Paixão por contar histórias: conheça Eduardo Cristófoli, jornalista que iniciou carreira em Xanxerê
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 49665

Em Xanxerê, quando se fala em Eduardo Cristófoli, todos se lembram do rapaz comunicador de rádio, que alegrava muitas manhãs das ondas de casa e trazia informações preciosas à população.

Ele é natural de Guaraciaba, mas vivenciou parte da sua trajetória no meio jornalístico em Xanxerê. E hoje, jornalista reconhecido em todo o país, conta ao Lance Notícias o início dessa sua paixão por comunicar.

– Aos seis anos fui junto com meu pai na rádio da minha cidade natal e fiquei surpreso com o que vi, me encantei por este universo. Depois disso, minha diversão era brincar de rádio, minha mãe passou a guardar os potinhos vazios de iogurte, que eu virava sobre uma antiga mesa, e eles se transformavam em botões da minha fantasiosa mesa de áudio – relembra.

Eduardo conta que ainda na adolescência realizou cursos de locução e apresentação, e em um desses momentos acabou sendo contratado por uma emissora de rádio.

– Era office-boy durante a semana e locutor no sábado e domingo. Depois fui transferido para a Rádio Atalaia em Campo Erê. E então, decidi cursar jornalismo em Chapecó – conta.

Foi durante seus primeiros anos de faculdade, que surgiu a oportunidade de trabalhar em uma emissora de rádio de Xanxerê, e ele não pensou duas vezes em agarrar a oportunidade.

– Na Difusora de Xanxerê foi um período divertido e de muito aprendizado. Sou grato até hoje pela oportunidade e os amigos que ganhei em Xanxerê – diz.

Ele relembra de um certo dia, quando foi realizar um trabalho para a rádio e uma nova oportunidade surgiu em sua carreira.

– Virei assessor da Iguaçu Energia e passei a apresentar o programa da concessionária na TV – conta.

Foi seu primeiro contato com o meio de comunicação, e no ano de 2006, com seus pais residindo no Mato Grosso, Eduardo adentrou definitivamente o mundo televisivo, voltando em 2010 para trabalhar na RIC TV Xanxerê.

– Estava terminando a faculdade de jornalismo e não pensei duas vezes. Foram 11 meses na RIC. Fui chamado pela RBS para assumir como repórter na sucursal de Concórdia. Depois trabalhei na RBS Chapecó, Joaçaba, Lages e Blumenau. Em fevereiro de 2019, aceitei o convite e retornei para a RIC, desta vez na praça de Florianópolis, onde trabalho atualmente – conta Eduardo.

Em sua memória Eduardo tem fatos marcantes, como a ascensão da Chape da série C até a elite do futebol Brasileiro.

– Fui repórter de pista da Sportv e do Premiere nesse período. E também estive na cobertura do tornado de Xanxerê e da tragédia do Verdão do Oeste. Além disso, foram várias Festas do Milho em Xanxerê, Festa do Pinhão em Lages e Oktobers em Blumenau. Também teve a Volvo Ocean Race em Itajaí e o carnaval de Joaçaba e de Florianópolis. Conheço quase todos os municípios catarinenses. E a cada nova reportagem me apaixono mais por essa terra e a profissão que escolhi – diz.

Em sua trajetória não foram contadas somente histórias de vidas alheias, a sua própria história tem um pouco de batalha e também romance.

– Sem dúvida, é isso o que eu quero fazer pelo resto da vida. E tudo fica ainda mais divertido e interessante tendo a Vanessa Nora ao meu lado. Nós nos formamos juntos, e há dez anos ela segue comigo rodando o Estado nessa missão de bem informar e, na medida do possível, tornar a vida das pessoas melhor – finaliza.

 

Deixe seu comentário