Polícia pede ajuda da comunidade para localizar suspeitos do caso de Tatiana

30 de agosto de 2019 18:11 | Visualizações: 2184
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Polícia pede ajuda da comunidade para localizar suspeitos do caso de Tatiana Foto: Arquivo Pessoal/ Divulgação

A morte de Tatiana dos Santos segue em investigação pela Polícia Civil. A menina foi encontrada morta às margens da BR-282, em Bocaina do Sul, na Serra Catarinense. O corpo foi reconhecido pelos familiares, que residem em Xanxerê, no dia 22 de agosto.

Na última semana, equipes da Polícia Civil de Lages estiveram no Oeste com o objetivo de fazer oitivas com familiares e amigos. O objetivo foi tentar descobrir o trajeto que foi feito pela jovem. Na oportunidade, o delegado Márcio Shultz, responsável pelo caso, relatou que Tatiana foi vítima de homicídio – segundo levantamento da Polícia Civil no local e também exame cadavérico.

Agora, o que a polícia pede é pela ajuda da comunidade com informações. Isso porque, foi descoberto apenas que ela fez trajeto de Linha das Palmeiras, em Xavantina, a Xanxerê.

– Reforçamos que se alguém viu essa menina entrando em algum carro ou caminhão que possa nos auxiliar com qualquer tipo de informação ou identificação, que nos comunique. Nós estivemos aí na terça-feira, e descobrimos que ela estava na Linha das Palmeiras, caminhando no sentido a Xanxerê. Algumas pessoas viram, conversamos com elas, mas só tivemos essa informação, é pouco, por isso solicitamos ajuda da comunidade e se Deus quiser vamos resolver esse caso – comenta o delegado Márcio.

A jovem xanxerense tinha 20 anos. Os pais dela moram em Xanxerê e ela morava com uma irmã em Seara. Ainda de acordo com o delegado os familiares contaram que a garota teve um desentendimento com a irmã no fim de semana e na segunda-feira (19) fez as malas e saiu sem dizer para onde iria.

– Qualquer informação sobre esse caso pode ser nos repassada por meio do 181, que é o Disque-Denúncia ou para a Delegacia mais próxima. Não precisa se identificar – conclui o delegado.

Leia também:

Laudo comprova que xanxerense encontrada morta na Serra Catarinense foi vítima de homicídio


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais