Santa Aurora
Santa Aurora Direita

Xanxerense conta como decidiu iniciar produção de bolachas e massas

Lance Notícias | Gastronomia | 22/07/2021 18:25
Xanxerense conta como decidiu iniciar produção de bolachas e massas
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 43263

Após ver sua sobrinha de apenas dez anos de idade fazendo bolachas com a sua mãe, Dantiele Gasperini, de 28 anos, moradora de Xanxerê, teve a ideia de fazer bolachas para vender como renda extra, pois naquela época ela não estava mais trabalhando como promotora de eventos devido à pandemia.

Já no final do ano, a xanxerense produzia bolachas tradicionais de fim de ano e bolachas de natal enfeitadas. Em seguida, ela expandiu essa produção para bolachas de açúcar mascavo e de milho. Com a chegada do frio, ela inovou ainda mais e começou a produzir agnoline de vários sabores (carne, frango e queijo).

De acordo com ela, a pandemia atrapalhou um pouco suas vendas e consequentemente a procura também diminuiu. Em entrevista para a nossa equipe, Danti conta um pouco mais sobre suas vendas.

— Embora eu trabalhe fora como babá, não parei com as minhas vendas. Claro que deu uma reduzida, pois antes eu podia sair entregar durante todo dia e hoje estou mais limitada, mas eu continuo entregando no horário do meio dia e depois das 18h, às vezes fico até meia noite produzindo. Fico emocionada porque até hoje só recebi elogios das minhas encomendas — conta.

Parar de produzir massas e pães não está nos planos da xanxerense, que busca expandir cada vez mais suas vendas na cidade.

— Algumas pessoas estranham porque produtos caseiros são diferentes dos produtos produzidos em padaria, o pão que nós fazemos com fermento caseiro não tem adição de emulsificante. Às vezes o pão vem grande, às vezes pequeno, porque o frio atrapalha também, mas eu tenho clientes há mais de seis meses que vem toda sexta-feira pegar meus pães, em média de quatro por semana, mas já chegou à oito numa semana. Como os meus clientes sempre falam, não importa se ele está maior ou menor, o importante é a qualidade — relata.

Para ela, a pandemia impactou diretamente nas vendas, mas isso nunca foi um obstáculo para a cozinheira, que sempre buscou produzir massas com muito amor pelo que faz.

— No geral, eu não reclamo, pois entendo a situação que estamos vivendo. Só tenho que agradecer a Deus por ter como sustentar minha família, ajudar meus pais e o próximo, sempre que posso eu ajudo alguém com produtos de outras formas, sei que o momento é difícil, mas não posso reclamar, tenho saúde e o resto a gente conquista. Deus colocou a oportunidade e eu abracei, pretendo continuar sempre — conclui.

CONFIRA ALGUNS PRODUTOS DA DANTIELE ABAIXO:

PÃO BRANCO R$8,00 UNI.

PÃO INTEGRAL R$9,00 UNI.

BOLACHA DE MILHO

BOLACHA DE AÇÚCAR MASCAVO COM GLACÊ E SEM

BOLACHA CASEIRA TRADICIONAL COM GLACÊ E SEM

PACOTE COM 350G DE QUALQUER BOLACHA POR APENAS R$10,00

BOLACHA DE MILHO COM GOIABADA R$5,00 À R$7,00

MACARRÃO CASEIRO 500G POR R$8,00

ANHOLINE DE FRANGO R$25,00 KG

ANHOLINE DE CARNE DE GADO R$25,00 KG

ANHOLINE DE QUEIJO R$30,00 KG

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias